Uma Igreja Viva

 

Quando olhamos para trás e lembramos como chegamos aqui, os desafios, as perseguições e logo louvamos a Deus pelo seu cuidado e amor, como Moisés, fazer o povo não esquecer o como Deus tinha feito eles homens livres (Dt 11.1-7). Quero trazer à memória aquilo que pode dar esperança (Lm 3.20).

Uma Igreja viva busca em todo o tempo servir ao Senhor e, por isso, encontra desafios que não são para paralisa-la, mas para motiva-la a continuar avançando com a certeza de que o mesmo Deus que tirou o povo do cativeiro no Egito vai nos dar a vitória.

A vitória pode ter o sabor de mel sim, mais também tem as picadas das abelhas, para podermos aprender que o que conquistamos não vem fácil, como Jesus nos disse, o Reino de Deus é tomado por esforço e os que se esforçam se apoderam dele. (Mt 11.12). O povo de Israel para chegar à terra prometida teve que enfrentar várias batalhas, que culminaram na vitória do povo e a conquista da terra.

Os apóstolos também tiveram suas lutas, e é claro nós também temos as nossas. O que nos motiva é saber que Deus está conosco em todo tempo, e que a vitória é questão de tempo, glórias a Deus por isso!

Quando cheguei aqui em Cataguases à dezessete anos atrás, vi uma igreja em crise e essa crise logo trouxe divisão. Uma juventude que flertava com o mundo secular, inclusive até alguns ministros da comunidade com comportamentos contrários ao Cristianismo. Pude ver o agir de Deus trazendo mudanças significativas, com jovens se rendendo a Deus e se dispondo a servir com sinceridade ao Senhor, dessa geração pude ver uma Igreja em crescimento constante, vi também o envio de quatro pastores e uma Bispa resultado dessa geração consagrada.

Essa é uma data importante para lembramos de como Deus até aqui nos sustentou e continuará sustentando. A expectativa para os próximos anos é muito boa, pois temos uma Igreja madura engajada em ganhar almas e em fazer algo relevante para nossa cidade. Que Deus continue nos ajudando e que não esqueçamos as coisas boas que ele fez e faz conosco.

Ronaldo Queiroz da Silva
Missionário Designado

Pastoral do Boletim Maio 2018